Memorial Tordesilhas, uma obra futurista em Laguna











O prédio construído em 1904, para uso de uma usina elétrica vai se transformar no Memorial Tordesilhas. Tendo uma arquitetura tecnicamente eclética, hoje a edificação passa por revitalização e restauro, para receber um projeto Museográfico e Museológico.

A obra completa oferecerá seis espaços distintos, ao público. Destes, três serão para exposições permanentes contando as histórias das Grandes Navegações (na foto EIXO 2), do Tratado de Tordesilhas (na foto EIXO 3) e sobre a Geografia Mundial na época do descobrimento do Brasil (na foto EIXO 1). As outras serão para uso de exposições temporárias, acolhimento de grupos e para uma cafeteria com passarela.

O projeto de restauro foi elaborado pelo IPHAN em 2008 e tem execução da Prefeitura Municipal de Laguna, com o apoio do BNDS. A obra que já iniciou, tem o custo de R$ 900 mil e deve terminar em até oito meses.

Já o projeto Museográfico e Museológico tem o custo de R$ 800 mil e o BNDS também irá apoiar. O Banco fará reunião ordinária em agosto, para análise de projetos, e, segundo o IPHAN, há grande expectativa de começar a implantá-lo ainda em 2011.

O projeto do Memorial Tordesilhas foi desenvolvido pela empresa Arte Real Arquitetura e Restauro Ltda contratados pelo IPHAN através de processo licitatório.


Fonte: Ana Paula – IPHAN / Laguna

3 comentários:

Claudia Netto Lopes da Silva disse...

Minha nossa, coisa boa hein... brinquei ali qdo era a fábrica de móveis do S. Conrado e do S. Bernardo Foss....hehehe

Márcio Rodrigues disse...

COMO É QUE PODE,
COMO É QUE PODE,
VIVER SEM LUZ NA CIDADE?
PASSA DA CONTA,
PASSA DA CONTA
DA BARBARIDADE

DORME FILHINHO,
QUE A NOITE ESTÁ BELA
LAGUNA NO ESCURO
VAI NAVEGANDO À VELA

SÃO PEDRO NÃO ENXERGA
COM LUZ DE LAMPARINA
TOMARA QUE ARREBENTE
A CALDEIRA DA USINA

Musiquinha cantada nos anos 40 em Laguna, quando os navios carregando no porto carvoeiro sugavam a luz da cidade ( a usina de energia era nesse casarão do projeto? Não é uma praga, só uma curiosidade da terra Juliana.

Renato Souza disse...

que noticia boa, como fico feliz em ler esta noticia, Preto ja estais no meu blog como favorito, parabens pelas suas postagens e luta constante pela melhoria da nossa terra. com certeza estas honrando o sobrenome do teu Avo, que tive o prazer de conhecer e que foi padrinho de minha mae. Um forte abraço