Contra-Ataque (o que a poluição pode ter a ver com futebol)





Está mais do que na hora de corrermos atrás do prejuízo. Jargão muito conhecido no meio do futebol, atualmente pode ser bem empregado quando a temática é a poluição. E principalmente a do ar. Mas se o placar da partida agora está de goleada para o outro lado é por culpa do time da casa.

É que desde o momento em que o objetivo maior passou a ser a busca cega e incessante pela taça tecnológica, dentro do campeonato da modernidade, deixamos de lado o principal; o campo em que jogamos, a terra em que vivemos. E a partir disso, selamos o descenso da qualidade do ar, refletido tecnicamente na saúde de nós os jogadores; os seres-humanos.

A poluição há tempos faz parte da realidade do homem. Mas ganhou força com a Revolução Industrial, em meados do século XVIII. Com ela veio a queima excessiva de carvão, lenha e derivados do petróleo, que tonificaram a questão do problema atmosférico. Tanto que foram os mineiros os primeiros a sofrerem o gol contra das reações nocivas do ar venenoso causado pelo carvão.

Atualmente a realidade é bem mais complicada. Está também cada vez mais difícil jogar nos grandes centros. O jogo sujo provocado pelas condições adversas do ar, já faz parte do cotidiano de atletas e torcedores.

A intensificação das atividades urbano-industriais trouxe paralelo com o desenvolvimento, um tapetão variado de tipos de poluição. Atingem desde as pequenas agremiações, nos campinhos de várzea, até os avançados estádios sob os refletores ilusórios da evolução.

Continuando assim, não se pode esquecer que como um jogo de futebol, a disputa pela sobrevivência vai ter hora pra acabar. E pra muitos casos, a derrota virá em menos de 45 minutos do primeiro tempo.




PETERSON "PRETO" CRIPPA

5 comentários:

ricodemiranda disse...

Parabéns pelo Blog! Mais uma ferramenta para orientar e repassar informações aos amigos e conhecidos. Abraco, Rico

Taline disse...

Muito bom!!!
Além disso é triste constatar que, na contradição do futebol (e da vida) nem sempre quem joga melhor (limpo) é quem vence no final!

viviane crippa disse...

Parabéns meu filho por querer o melhor para a nossa cidade.

Denise disse...

Parabéns pelo blog. realmente precisamos expor o que pensamos e é muito bom compartilhar nossos sentimentos com outras pessoas. É importante termos mais uma ferramenta de comunicação, afinal, sabemos que a comunicação hoje em dia é a ferramenta mais eficaz!

Felipe Siebert disse...

quando tu for prefeito de laguna não esquece la de nós do outro lado da balsa.. hehe

abraço!